ff




Blog do JV - blogdojv@espumoso.net
sexta-feira, 9 de agosto de 2013
Virtuosa no Vaticano, desprezada no Brasil

O Texto que publico abaixo é de autoria do Senador Pedro Simon (PMDB/RS), e foi publicado no Jornal do Brasil do dia 06 de Agosto de 2013. Vale a pena ler!
 
 
Virtuosa no Vaticano, desprezada no Brasil
 
 
Coincidência ou não, dias após o surpreendente papa Francisco deixar o Brasil e retornar a Roma, o Pontifício Conselho Justiça e Paz aponta a Lei da Ficha Limpa como modelo a ser adotado em outros países. Fundamentalmente, ela despertou a atenção do órgão do Vaticano por possibilitar uma seleção prévia de natureza ética nas candidaturas e, assim, também auxiliar na prevenção de irregularidades nos legislativos e na administração pública.
 
Fruto de um projeto de iniciativa popular, aprovado no Congresso graças a uma mobilização nacional que recolheu nas ruas milhões de assinaturas de apoio e, agora, considerada virtuosa no Vaticano, a Ficha Limpa é atualmente objeto de críticas e ataques cada vez contundentes e abertos no parlamento brasileiro.
Será um desastre em termos de imagem internacional e um profundo desrespeito à vontade do povo, o verdadeiro autor da iniciativa inovadora, se o país que criou a lei modelar tornada referência mundial, promover mudanças em sua essência para desmoralizá-la. A intenção dos que defendem a 'flexibilização' da norma é abrir uma brecha para permitir o registro de candidaturas de agentes públicos cujas despesas foram rejeitadas pelos tribunais de contas. Pelo texto em vigor, esses ficam inelegíveis por oito anos, como ocorre igualmente com quem sofre condenação por órgão colegiado da Justiça pela prática de crimes como abuso de autoridade e outros, como tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.
Ao contrário de ser descaracterizada e desvirtuada de seus propósitos moralizadores, a Lei da Ficha Limpa deveria receber garantias e ter seu alcance ampliado. Seus critérios deveriam isso sim, ser aplicados a todas as nomeações da administração pública, no Legislativo, no Judiciário e no Executivo, incluindo até mesmo os mais altos cargos, como os de ministros de estado. De outra forma, não deixaremos jamais de ser o país da impunidade.

Marcadores: ,


Postado por J.V. as 20:03 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos



 




 

Últimos Posts

Grêmio 0 X 1 Coritiba
RS em terceiro
Voto "no escuro"
Animais abandonados
Ficha limpa!
Espumoso ganha ônibus do Caminhos da Escola
Blog Bombando!
Definidos os jogos das Oitavas de Final da Copa do...
Votação de Prioridades - Orçamento 2014
Granizo em Espumoso

Arquivos

Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Fevereiro 2014 Março 2014 Abril 2014 Maio 2014 Junho 2014 Julho 2014 Agosto 2014 Setembro 2014 Outubro 2014 Novembro 2014 Dezembro 2014 Janeiro 2015 Fevereiro 2015 Março 2015 Abril 2015 Maio 2015 Junho 2015 Julho 2015 Agosto 2015 Setembro 2015 Outubro 2015 Novembro 2015 Dezembro 2015 Janeiro 2016 Fevereiro 2016 Março 2016 Abril 2016 Maio 2016 Junho 2016 Julho 2016 Agosto 2016 Setembro 2016 Outubro 2016 Novembro 2016 Dezembro 2016 Janeiro 2017 Fevereiro 2017 Março 2017 Abril 2017 Maio 2017

 

 


WM INTERNET